Auxílio Reconstrução RS será pago a 5.621 famílias nesta sexta-feira (05) – Beneficiários receberão auxílio financeiro.

Por

O Auxílio Reconstrução RS será pago a 5.621 famílias nesta sexta-feira (05)

O governo federal anunciou que nesta sexta-feira, dia 05, o Auxílio Reconstrução RS de R$ 5.100,00 será pago para 5.621 famílias gaúchas. Até agora, o benefício já alcançou 255,8 mil famílias, totalizando R$ 1,3 bilhão distribuídos.


O que é o Auxílio Reconstrução RS?

O Auxílio Reconstrução RS é um benefício financeiro com o objetivo de proporcionar um alívio às famílias que sofreram perdas devido às enchentes no estado. Criado pela Medida Provisória n.º 1.219, de iniciativa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e regulamentado pela Portaria n.º 1.774, o auxílio oferece um valor de R$ 5.100,00 em parcela única às famílias. Este valor visa apoiar a recuperação de bens perdidos durante as enchentes e outros desastres ocorridos na região.

O uso do valor é livre, permitindo que cada família decida como melhor utilizá-lo de acordo com suas necessidades individuais, como a compra de móveis, eletrodomésticos e outros bens.


Quando será pago o Auxílio Reconstrução?

O Auxílio Reconstrução será pago nesta sexta-feira, dia 05 de julho, a mais de 5.621 famílias. Desde o início do programa, o governo federal já distribuiu o benefício social para 255,8 mil famílias, o que equivale a um total de R$ 1,3 bilhão. O cronograma de pagamento do auxílio é organizado de acordo com as aprovações dos municípios e a liberação dos recursos federais.

Além dos pagamentos feitos até agora, os municípios têm até o dia 12 de julho para solicitar o benefício, conforme a portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU). Portanto, novas datas de pagamento podem ser anunciadas conforme novas famílias são cadastradas e aprovadas.


Quem recebe esse benefício?

O benefício é destinado para as famílias que residem em municípios que tenham obtido reconhecimento federal de situação de emergência ou estado de calamidade pública até o dia 07 de junho de 2024. Ao todo, são 444 municípios do estado que se encaixam nesses critérios e poderão solicitar o Auxílio Reconstrução do Rio Grande do Sul. Além disso, os municípios devem solicitar o benefício para que as famílias residentes nas áreas atingidas consigam receber.

Enviar pelo WhatsApp compartilhe no WhatsApp


Ainda é possível se cadastrar para receber?

Sim, as prefeituras dos municípios ainda podem cadastrar novas famílias para receber o Auxílio Reconstrução RS. O prazo para solicitação do benefício foi prorrogado e agora as cidades têm até o dia 12 de julho para realizar os cadastros. Sendo assim, para as famílias receberem o auxílio, é preciso aguardar o cadastro que a prefeitura deve realizar.

Para ficar a par das novidades sobre o Auxílio Reconstrução RS, preencha aqui o nosso formulário e receba as principais atualizações por e-mail.


Perguntas frequentes

  • Qual o valor do Auxílio Reconstrução RS?

    • Elas irão receber do governo federal um benefício no valor de R$ 5,1 mil, em parcela única, para ajudar na recuperação de bens perdidos durante as enchentes.
  • Como funciona o Auxílio Reconstrução RS?

    • O Auxílio Reconstrução é destinado às famílias do Rio Grande do Sul que perderam suas casas devido às fortes chuvas no estado. Famílias que se encontram desalojadas ou desabrigadas devido à situação de calamidade no estado devem se cadastrar para receber o benefício.
  • Quem tem direito ao Auxílio Reconstrução?



    • Famílias com residências danificadas pelas enchentes no Rio Grande do Sul, conforme identificação da Defesa Civil, têm direito a receber o auxílio.
  • Como solicitar o Auxílio Reconstrução?

    • O auxílio será solicitado pelas prefeituras de cada município em estado de calamidade ou emergência, que irá cadastrar as famílias desabrigadas ou desalojadas pelas enchentes.
  • Quais benefícios para as famílias atingidas pelas enchentes no RS?
    • Entre os benefícios estão o Pix SOS, Auxílio Reconstrução e Volta por Cima. Além disso, haverá a antecipação do pagamento do Bolsa Família, o Saque Calamidade do FGTS para trabalhadores com carteira assinada e a antecipação de benefícios do INSS, como aposentadorias e pensões.

Leticia Jordão é formada em Marketing e trabalha como redatora desde 2018. Adora consumir conteúdos sobre educação financeira e escreve na meutudo para descomplicar a vida das pessoas que buscam crédito. No seu tempo livre gosta de ir à praia, visitar cafés bonitos e inventar moda com crochê e tricô. 149 artigos escritos.